Educação para a Cidadania

DESAFIO
Encontrar modelos complementares e alternativos de Educação para a Cidadania e para a promoção da participação cívica em crianças e jovens. Os destinatários deste projeto são a comunidade escolar, as entidades da sociedade civil e, muito especialmente, crianças e jovens entre os 8 e os 18 anos.

BENEFICIÁRIOS
Este projeto beneficia principalmente jovens e crianças, organizações da sociedade civil e a comunidade escolar, em especial, responsáveis pela implementação da Estratégia de Educação para a Cidadania.

ABORDAGEM
Começou-se por realizar diagnóstico a crianças de várias idades e conhecer iniciativas, dentro e fora de Portugal, sobre temas de cidadania e participação cívica. Para tal, assistiu-se a duas iniciativas que apoiam o desenvolvimento de competências de cidadania e de participação cívica, bem como realizaram-se entrevistas a técnicos da sociedade civil, professores para conhecer: 1) qual a resposta dos jovens a essas a temáticas de cidadania e participação cívica; 2) quais os canais mais adequados para uma intervenção de estas temáticas. Com base nas aprendizagens, o LabX criou duas novas ferramentas de diagnósticos e de participação cívica: o jogo de cartas «Agora Falo Eu!» e o jogo de tabuleiro «Estrela da Cidadania!» destinadas para crianças do 1º e 2º ciclo do ensino básico. Ambas foram testadas e iteradas em várias escolas e parceiros da sociedade civil. Para as crianças de 3º ciclo do ensino básico e secundário, testou-se a abordagem da gamificação, observando o “Torneio da Cidadania” com 100 jovens a jogar temas de cidadania numa app e a abordagem do “World Café” de participação cívica realizando três sessões em escolas e associações da sociedade civil.

PRINCIPAIS RESULTADOS

  • Desenvolvimento e teste de 4 iniciativas experimentais – “Agora Falo Eu!”, “Estrelas da Cidadania”, “World Café Cidadania” e “Torneio da Cidadania” – que envolveram mais de 200 jovens com idades compreendidas entre os 7 e os 17 anos;

AGORA FALO EU!

O Agora Falo Eu! é um jogo pedagógico, em que as crianças respondem a perguntas com cartas de imagens.

OBJETIVOS:

  • Explorar as temáticas de cidadania com base na reflexão promovida com o jogo.
  • Dar a palavra às crianças na expressão das suas necessidades e expectativas.
  • Apoiar a escolha de atividades através de processos participativos.

PROCESSO:

  • Jogar o jogo para perceber quais as necessidades e expectativas das crianças.
  • Submeter a votação propostas de projetos que vão de encontro às necessidades expressas pelas crianças no jogo.
  • Ativação e implementação de projetos locais que foram votados pelas crianças.

PRINCIPAIS RESULTADOS:

  • Produção de 650 kits de «Agora Falo Eu!» distribuídos pela rede de parceiros, escolas e sociedade civil.
  • Cerca de 25 entidades responderam ao questionário para perceber oportunidades de melhoria do jogo e aferir qual o resultado efetivo da implementação de práticas participativas e gamificadas junto das crianças.Cerca de 88% classificaram o jogo como «Bom a Muito Bom».
  • Nessas 25 entidades, até março de 2020 ocorreram 119 sessões do jogo, envolvendo um total de 549 crianças tendo sido implementadas 17 iniciativas de intervenção local.
logotipo logotipo logotipo logotipo logotipo logotipo